Translate this page

Biografia

A Castellica teve suas origens no longínquo ano de 2011, mas teve sua formação e propósito consolidados por volta de 2016, resultando na experiente e entrosada
formação que foi a estúdio gravar o primeiro trabalho da banda,
“Moment of Glory”, lançado em 5 de Fevereiro de 2021.

(foto: Tamires Colavite)


A sonoridade bastante característica da Castellica caminha pelo Heavy e Power Metal clássicos, enriquecidos por elementos de Prog Metal, criando uma atmosfera que soa saudosista, mas ao mesmo tempo com um espírito revigorado, dando sangue novo ao que grandes mestres do gênero criaram com maestria. As melodias e riffs marcantes cavalgam ao som das histórias de heróis e vilões, cavaleiros e guerreiros e até mesmo de reflexões da condição humana e social. Todos os elementos que mantém o Power Metal um gênero poderosíssimo para revisitar e contar a história estão ali, com construções musicais grandiosas, riffs e duetos memoráveis, solos ora belíssimos e cheios de feeling, ora cortantes como um raio, uma cozinha esmagadora, sempre precisa e nunca coadjuvante, um vocal de alcance surpreendente e os inevitáveis refrões que ficam gravados imediatamente na memória. Suas principais influências passam por Iron Maiden, Helloween, Saxon, Blind Guardian e Hammerfall.

A música da
Castellica vem ganhando o mundo tendo sido destaque em portais
especializados em Heavy Metal do Brasil, Alemanha, Portugal, Itália, Espanha, Grécia, Polônia, Estados Unidos, Chile, Nicarágua e Argentina.

A FORMAÇÃO

A Castellica foi formada inicialmente pelo vocalista Thiago Colavite e pelos guitarristas e irmãos Lucas e Danilo Colavite, sobrinhos de Thiago. No início da carreira a banda fez alguns shows com Lucas assumindo o baixo, pois estavam com dificuldades em encontrar músicos para ocupar o posto, mas ainda em 2011, ano de formação da banda, as quatro cordas foram assumidas por João Victor Castro, que esteve na Castellica até meados 2016, quando o atual baixista Marco Dower assumiu o posto em definitivo. Fechava a formação inicial da banda o baterista Ênio Valentim, que saiu ainda no início, sendo substituído por Claudio Caldeirão em 2012, fechando a formação que entrou em estúdio para gravação do primeiro álbum da banda

Thiago Colavite- Vocal - @tfcolavite
Lucas Colavite- Guitarra - @colavite.lucas
Danilo Colavite- Guitarra - @danilo.colavite
Marco Dower- Baixo - @marcodower
Claudio Caldeirão- Bateria - @claudiocaldeirao